Barueri deve retomar ações de combate à dengue em 2022

Paulo Whitaker/Reuters

Uma reunião da Comissão para Mobilização de Ações no Controle de Dengue foi realizada em Barueri, na Grande São Paulo.

O combate ao mosquito tem a articulação da Secretaria de Saúde em conjunto com as demais Pastas da municipalidade, dando continuidade às ações para redução da reprodução do mosquito Aedes aegypt, transmissor da dengue e de outras doenças como a febre amarela, zika e chikungunya.

De acordo com o Decreto 9086, de 29 de janeiro de 2020, todas as Pastas da municipalidade devem criar em seus serviços brigadas de combate à Dengue. Essa brigadas são comissões locais que realizam ações diárias de fiscalização e zeladoria para retirar recipiente com água parada, bem como a limpeza do ambiente para que sejam minimizadas situações que provoquem a proliferação do mosquito. E, com isso, incentivando os munícipes a cuidarem de seus imóveis adotando o mesmo procedimento de prevenção.

Campanha de combate à doença 
Durante o encontro foram mostradas ações que podem informar a população sobre o combate à doença e, principalmente, evitar a multiplicação do mosquito, vetor de transmissão que precisa de condições ideais para transmissão e subsistência.

Verão e chuvas 
Esse combate precisa ser mais intensificado em períodos de calor e chuva intensos, como no verão, que favorecem a multiplicação do inseto no acúmulo de água parada em recipientes como pneus velhos, vasos, vasilhames sem uso etc, condição ideal para o desenvolvimento do mosquito e sua replicação. O cuidado, porém, tem de ser feito durante todo ano, pois os ovos do inseto podem permanecer na parede dos recipientes por até um ano.

Apoio dos munícipes 
A colaboração dos moradores é muito importante, evitando o acúmulo de materiais e de entulho, que possibilitem a retenção de água.

Informações da Prefeitura de Barueri

Deixe uma resposta

Insira seu comentário
Insira seu nome