Estado anuncia Praça da Cidadania em seis cidades da Grande SP

O Governador João Doria assinou nesta terça-feira (3) convênio para a implantação da Praça da Cidadania em seis municípios da Região Metropolitana de São Paulo e litoral, entre eles, Carapicuíba, Cubatão, Itapevi, Itaquaquecetuba, Osasco e Santos. A iniciativa já está presente em Santo André, Guarulhos e na capital, em Paraisópolis.

“Um programa muito importante não apenas por ser uma área de lazer, mas também como uma área para formação da cidadania. Traz a qualificação profissional para permitir que essas pessoas, ao serem qualificadas, possam ter a oportunidade de emprego”, disse Doria.

Com soluções integradas nas áreas de educação, economia e ecologia, as Praças tem como objetivo promover a cidadania e a inclusão social em espaços de extrema vulnerabilidade. O programa oferece mais de 20 cursos profissionalizantes em seis áreas do conhecimento: beleza e bem-estar, moda e arte, gastronomia, informática, construção civil e administração.

Os cursos desenvolvidos pelo Fundo Social de São Paulo, em parceria com o Centro Paula Souza, são voltados para a geração de renda e ao desenvolvimento da economia local. No local, também são ofertados serviços do Centro de Integração e Cidadania (CIC), da Secretaria da Justiça e Cidadania, para emissão de segunda via de documentos.

Praça Aberta de Esporte e Lazer

O programa ainda contempla a melhoria das condições urbanas do território com a implantação de áreas voltadas para o esporte, lazer e convivência. Nas Praças Públicas, são estimuladas a prática de atividades culturais, esportivas e artísticas para uma melhor qualidade de vida e incremento da participação comunitária e integração da população residente naquela comunidade.

O espaço destinado ao lazer, esportes e convivência poderá contar, dependendo de cada projeto, com academia ao ar livre, pista de caminhada e corrida, quadra poliesportiva, quadra de futebol society, quadra de basquete de rua (3×3), área de jogos, parquinho infantil, arena ao ar livre, jardim de chuva e horta comunitária.

Parceria com a iniciativa privada

Para a realização da Praça, o município deve disponibilizar um terreno e providenciar a aprovação legal dos trâmites para instalação do projeto, além de coordenar a mobilização junto à comunidade para adesão à iniciativa. A gestão, manutenção e zeladoria dos espaços públicos após a implantação cabe também à municipalidade.

Para desenvolvimento da ação nos municípios de Cubatão e Itaquaquecetuba, o Governo contou com o apoio, respectivamente, das empresas Ecovias e Ecopistas.

Fonte: Governo do Estado

Deixe uma resposta

Insira seu comentário
Insira seu nome